Pesquisar no site

Notícias

18 de agosto de 2017

Dando sequência ao seu plano de ampliação de leitos, o Hospital Sepaco inaugurou nova ala no 1º andar com mais 10 apartamentos.

Segundo Rafael Parri, Superintendente Geral do Sepaco, precisamos atender a crescente demanda das operadoras e dos associados da indústria papeleira, com serviços de qualidade e atendimento diferenciado para garantir aos pacientes conforto e segurança.

Com esta ampliação, o Sepaco passa a contar com 242 leitos, sendo 82 de UTI (40 para adultos, 25 neonatais e 17 pediátricos).


Novos equipamentos

O Sepaco também está investindo no aprimoramento dos exames diagnósticos com novos equipamentos para trazer mais conforto e agilidade. Foram instalados:

 

• TOMÓGRAFO Siemens Somatom Perspective 128 CANAIS, permitindo exames cardiológicos como angiotomografias arteriais, venosas, coronárias e abdômen total. O equipamento possui diâmetro maior e mais agilidade para a realização de procedimentos;

 

• RAIO X Konica Minolta totalmente DIGITAL, proporcionando redução da dosagem de radiação recebida pelo paciente, alta qualidade de imagem, aumento da confiabilidade clínica, tecnologia sem fio e mais rápidas;

 

• MICROSCÓPIO Carl Zeiss modelo OPMI Pentero 800, destinado a cirurgias neonatais e pediátricas. Este equipamento tem iluminação de xenônio de dois canais, permitindo melhor visibilidade em canais profundos e cavidades; imagem nítida e cadeia de vídeo integrada, proporcionando a realização de procedimentos cirúrgicos de alta complexidade em estruturas delicadas; e avaliação intra-operatória de permeabilidade dos vasos em procedimentos de anastomose.

10 de agosto de 2017

No segundo domingo de agosto, dia 13, é comemorado o Dia dos Pais e, normalmente, as famílias se reúnem para celebrar a data e homenagear o progenitor. Por ser um dia festivo, o cardápio geralmente contém vários inimigos de uma dieta equilibrada por conter alimentos gordurosos e pesados. A escolha do cardápio quase sempre não leva em conta os valores nutricionais dos alimentos.

Entretanto, segundo Regina Su, supervisora de Nutrição do Hospital Sepaco, é possível festejar a data de forma gostosa e muito saudável. Para isso, é preciso apostar em um cardápio variado e com poucas calorias, com a inclusão de saladas, legumes e frutas. Além de ajudarem a balancear os pratos, estes itens também atuam na digestão e na hidratação.

A nutricionista afirma que a refeição do dia dos pais pode combinar opções nutritivas e saborosas. Servir um filé de peixe ao molho de ervas, por exemplo, pode fazer um grande sucesso e trazer outros benefícios para a saúde. O alimento é rico em ômega 3 e também auxilia no controle do colesterol.

Regina ainda lembra que é preciso ficar atento com a escolha das sobremesas e tentar incluir as frutas da época. Também é possível fazer uma decoração na mesa e servir uma salada de frutas, o que é muito saudável. “Outra sugestão que serve como alternativa é uma sobremesa a base de fruta, como mousse de maracujá ou torta de maçã”, diz.

A dica é sempre respeitar os limites do organismo para evitar problemas. “É importante não comer em exagero, respeitar o organismo e consumir a quantidade que está acostumado, pois isso fará com que a pessoa fique satisfeita e feliz ao lado de seus familiares, sem estragar sua comemoração com algum tipo de mal-estar”, afirma Regina.

 

Postado em Notícias por master | Tags: , , ,
8 de agosto de 2017

O aumento dos níveis de colesterol no sangue em crianças e adolescentes é algo preocupante. Há alguns anos, os exames que o controlam eram solicitados normalmente pelos médicos somente para pessoas com mais de 20 anos. Hoje, esta avaliação já começa a fazer parte da rotina de exames de adolescentes, crianças e até mesmo de bebês.

São vários os fatores que levam a esse aumento, mas um fato importante é que o estilo de vida atual tornou a garotada mais sedentária. Observamos, muitas vezes, que a atividade física foi substituída por vídeo games e computadores, a alimentação também ficou mais gordurosa e com um cardápio composto por fast foods, refrigerantes e comidas prontas. O grande vilão da nutrição, entretanto, têm sido os refrigerantes. Com altos índices de açúcar e sódio, são venerados pelas crianças e responsáveis por facilitar o aumento de gordura no organismo.

Para chamar a atenção da população neste Dia Nacional do Combate ao Colesterol, 08 de agosto, e também como um alerta aos pais, a Dra. Keyla Facchin Guedes, endocrinologista do Hospital Sepaco, explica mais sobre esta doença.

O colesterol é um lipídio (tipo de gordura) que funciona como componente estrutural das membranas celulares em todo corpo. “Podem ser classificados em dois tipos principais: o HDL, também chamado de colesterol bom, que transporta o colesterol das células para o fígado e fornece proteção contra o entupimento das artérias; e o LDL, conhecido como colesterol ruim, que causa o depósito da gordura nas artérias”, explica.

Quando em excesso, o LDL é depositado nas paredes arteriais – vasos que levam o sangue para os órgãos e tecidos – e provocam seu entupimento, processo denominado arteriosclerose. Quando o acúmulo ocorre em artérias coronárias ou cerebrais pode levar ao infarto e ao AVC (Acidente Vascular Cerebral).

A prevenção da doença é simples: criar hábitos saudáveis nas crianças desde cedo com o estímulo de atividades físicas e uma alimentação balanceada. “Quanto aos doces e refrigerantes, eles podem ser consumidos sob controle dos pais. É possível escolher um dia na semana para que a meninada possa comer lanches, bolachas, etc. Não ter este tipo de alimento em casa, dificultando o acesso, também ajuda a criança a ingerir alternativas saudáveis, como sucos e frutas nos intervalos das refeições”, destaca a especialista.

Postado em Notícias por master | Tags: ,
28 de julho de 2017

Cerca de 561 mil casos de hepatites virais foram confirmados de 1999 a 2016, incluindo as cinco variações da doença – A, B, C, D e E, sendo que, de 2000 a 2015, quase 50 mil óbitos foram registrados no Brasil. Destas, as mais prevalentes e de preocupação para os órgãos responsáveis são as hepatites B e C, pelo seu poder de cronificação e consequente evolução para cirrose e tumor no fígado, e a hepatite A, que vem apresentando aumento significativo de casos, desde o início de 2017, inclusive com modo de transmissão sexual.

Por isso, neste dia 28 de julho, data que é celebrado o Dia Mundial de Luta Contra a Hepatite, a Dra Ariane Melaré Ramos dos Santos, infectologista do Hospital Sepaco, faz um alerta à população sobre a importância do diagnóstico precoce, para tratamento rápido e para evitar as complicações da cronificação da doença.

Dra. Ariane explica que as vias de transmissão das hepatites B e C são por sangue (compartilhamento ou acidentes com seringas, materiais de manicure compartilhados e não esterilizados, escovas de dente compartilhadas, materiais cirúrgicos não esterilizados, materiais para tatuagem não esterilizados, lâminas de barbear, durante a gravidez, parto e amamentação e por relação sexual desprotegida). Nos casos de hepatite A, a transmissão acontece por via fecal-oral e sexual (oral-anal).

Os sintomas mais frequentes são os das hepatites agudas, que podem ser: cansaço, tontura, enjoo e/ou vômitos, febre, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras. “No entanto, por ser uma doença silenciosa quando crônica é importante consultar um médico regularmente e fazer o teste”, alerta.

O diagnóstico inicial é feito por meio de exame de sangue para identificar anticorpos contra esses vírus. “Importante lembrar que as hepatites A e B são evitáveis por vacina e que todo profissional da saúde deve ser vacinado para hepatite B e confirmada a produção de anticorpos. A hepatite C não apresenta vacina até o momento, mas o tratamento precoce evita complicações e tem uma chance de cura aproximada de mais de 90%”, conclui.

Postado em Notícias por master | Tags:
4 de abril de 2017

Comer, sem dúvida, é um dos maiores prazeres do ser humano, além de ser uma necessidade do nosso corpo, mas para manter a saúde

em dia, a alimentação deve ser balanceada e com nutrientes necessários para suprir as necessidades do organismo. Neste Dia da Saúde e Nutrição, 31 de março, Regina Yp Thien Su do Espirito Santo, nutricionista do Sepaco, dá algumas dicas para manter o equilíbrio alimentar.

Segundo a nutricionista, a correria do dia a dia faz com que as pessoas acabem optando por alimentos prontos, mais calóricos, ou lanches rápidos, os famosos fast-foods, deixando de lado o cuidado com a saúde. “É importante prestar muita atenção e ficar alerta com o que é ingerido. Uma alimentação saudável e balanceada é fundamental para a prevenção de doenças, qualidade de vida e manutenção da saúde e bem estar”, destaca.

Regina afirma que alimentar-se bem não é sinônimo de comer em grandes quantidades. Pelo contrário, o ideal é comer pouca quantidade, porém de 3 em 3 horas. “A consciência sobre o que é moderado pode ser um forte aliado. Não é necessário fazer dietas mirabolantes e restritivas, mas sim variar os alimentos e montar um prato bem colorido para garantir mais nutrientes”.

A nutricionista aponta 10 bons motivos para manter uma alimentação saudável e deixar de lado os alimentos gordurosos e com muito açúcar:

1. Previne o surgimento de doenças e reforça o sistema imunológico;
2. Ajuda a perder peso e a mantê-lo;
3. Melhora o sistema digestivo, permitindo o bom funcionamento do organismo;
4. Aumenta a qualidade do sono;
5. Fornece mais disposição e energia para as atividades diárias;
6. Garante o bom humor;
7. Repõe os nutrientes que o corpo gasta diariamente;
8. Permite manter uma aparência saudável;
9. Acrescenta mais qualidade de vida;
10. Possibilita uma vida mais longa com saúde, evitando o envelhecimento precoce.

Postado em Notícias por master
17 de fevereiro de 2017

A Extracorporeal Life Support Organization – ELSO, uma entidade internacional sem fins lucrativos dedicada à avaliação, desenvolvimento e aprimoramento da ECMO (extra corporeal membrane oxygenation) e outras tecnologias relacionadas à assistência circulatória mecânica, acaba de credenciar o Hospital Sepaco como o mais novo centro da ELSO no Brasil.

Composta por equipe multiprofissional, a ELSO está envolvida na educação, treinamento, pesquisa e análise de dados relacionados aos dispositivos de assistência circulatória extra corpórea em todo o mundo.

O Sepaco se destacou na utilização desta tecnologia, com resultados semelhantes às melhores instituições internacionais nesse procedimento. A partir de agora, a instituição passa a reportar seus resultados à ELSO, com acesso a todos os dados estatísticos compilados e tem a oportunidade de realizar diversos novos treinamentos.

Segundo Rafael Parri, superintendente Geral do Sepaco, este acordo é um grande incentivo para todas as lideranças da instituição. “Ele sinaliza que estamos no caminho certo para o contínuo crescimento, aprimoramento e qualidade na prestação dos serviços na busca constante da excelência no atendimento”, afirma.

Postado em Notícias por master
6 de fevereiro de 2017

O Hospital Sepaco recebeu o certificado ACREDITADO PLENO (Nível 2) da ONA (Organização Nacional de Acreditação). Isso significa que o Hospital atende aos critérios de segurança do paciente e também apresenta gestão integrada com processos fluidos e comunicação entre as atividades.

“Ao longo do tempo, ganhamos experiência e otimizamos os processos internos, promovendo um avanço importante nas nossas rotinas de atendimento e gestão. Isso só foi possível graças ao trabalho árduo e o comprometimento de todas as equipes e gestores”, comenta o Sr. Rafael Parri, Superintendente Geral do Hospital Sepaco.

ONA

Uma das características da metodologia ONA é reconhecer a cultura institucional e estimular análises críticas dos processos da organização, visando a melhoria contínua.

A avaliação tem foco na segurança do paciente e na integração e interação das áreas, possibilitando uma visão gerencial e organizacional abrangente no que diz respeito às áreas de atividade, incluindo aspectos estruturais e assistenciais.

Postado em Notícias por master
20 de janeiro de 2017

O Sepaco acaba de fechar uma parceria com a ABRATA – Associação Brasileira de Familiares, Amigos e Portadores de Transtornos Afetivos para atender, a partir de 2017, colaboradores do Hospital e familiares.

Criada há 15 anos, a ABRATA é uma associação sem fins lucrativos de atenção a pessoas portadoras de transtornos como depressão e transtorno bipolar, bem como de seus familiares e amigos.

Mais informações em breve!

Postado em Notícias por Comunicação Sepaco | Tags: , ,
18 de outubro de 2016

Close-up of female hand pressing enter key to start the system

Procurar por informações na internet sobre o estado de saúde é uma atitude comum no dia a dia de muitas pessoas. A questão é: o quão confiável todas estas informações podem ser? Será que aquele tratamento serve também para todos da mesma forma? Nem tudo o Dr. Google pode ou deve responder e o risco da automedicação pode aumentar os problemas de saúde com esse tipo de ação.

É preciso cuidado com buscas desenfreadas ao navegar na web. “Ao invés de esclarecer o público leigo, alguns vídeos e sites podem colocar em risco a saúde do internauta, com receitas milagrosas ou exercícios perigosos de se praticar“, explica a Dra. Keyla Facchin Guedes, coordenadora do Pronto Atendimento do Hospital Sepaco.

Se a sua cabeça está doendo, você digita “dor de cabeça” no Google e aparecem inúmeras páginas sugerindo que você pode ter de uma simples dor de cabeça a um tumor cerebral. O desespero toma conta e algumas pessoas podem começar, a partir deste momento, a fazer um tratamento em casa, sem quaisquer orientações médicas.

A médica alerta que recorrer ao Dr. Google parece mais fácil, instantâneo e, desta forma, é possível pular toda a espera nas filas, mas os riscos que isso traz são enormes. “O que serve para uma pessoa pode não servir para outra. Isso se as informações estiverem corretas, o que não é o caso na maioria das vezes. O tratamento é individual e a ida ao consultório médico é indispensável”.

Caso a curiosidade esteja grande e a espera para se consultar esteja demorada, a especialista recomenda realizar pesquisas em sites especializados e de conteúdo com credibilidade. “O que o paciente pode fazer é trazer os resultados das pesquisas para discutir durante a consulta. O que não se deve, em hipótese alguma, é realizar a automedicação. Não vale a pena se arriscar desta forma”, destaca.

Para finalizar, Dra. Keyla afirma que somente o médico é responsável por descobrir as enfermidades que atingem determinado paciente e também está capacitado para oferecer suporte e indicações adequadas, a fim de que o problema de saúde seja tratado. “A tecnologia veio para agregar e não substituir o profissional da saúde. Há coisas que não podem ser substituídas com apenas um clique”.

Postado em Notícias, Sem categoria por master | Tags:
15 de outubro de 2016

Uma doença é sempre associada a uma causa que acreditamos ser comum. Quem nunca pensou ter ficado resfriado por beber algo gelado ou andar descalço, ou mesmo, estar com uma intoxicação alimentar por ter comido em um local não muito confiável? Porém, muitas vezes, o agente causador está, literalmente, escondido em nossas mãos.

Elas se deparam com inúmeras superfícies durante o dia, passam por diversos locais enquanto nos movimentamos e entram em contato com centenas de microorganismos, tais como, bactérias e vírus. Estes podem ser os responsáveis por problemas que, em um primeiro momento, não percebemos sua relação direta. Daí, a necessidade da constante higienização das mãos, ato que, comprovadamente, evita a transmissão de microorganismos e, consequentemente, de infecções e doenças que podem se tornar graves.

Gripes e resfriados, por exemplo, são originados por vírus que, geralmente por meio de gotículas que soltamos enquanto falamos ou tossimos, são transmitidas para as vias aéreas superiores e também por meio das mãos. Mas, o problema não pára por aí. Diarreias e até conjuntivites podem ser ocorrer devido ao contato com mãos contaminadas por microorganismos.

“As mãos são uma importante via de transmissão, pois a pele é responsável por transportar diversos microorganismos, que podem se transferir de uma superfície para outra, por meio de contato direto (pele com pele), ou indireto, por objetos e superfícies contaminados”, afirma a Dra. Fátima Maria Venâncio Porfírio, médica infectologista do Hospital Sepaco.

Da mesma forma que as mãos possibilitam a propagação de doenças, elas podem ajudar a prevení-las de forma eficaz, com a higiene feita com sabonete e água. “A higienização das mãos é considerada a ação isolada mais importante no controle de infecções em serviços de saúde”, destaca a especialista.

A dimensão do assunto é tamanha que há alguns anos vem sendo divulgada a orientação de carregar consigo um produto alcoólico – líquido glicerinado, gel ou espuma – para realizar a higiene na ausência de água e sabão. “A solução alcoólica só não é indicada quando as mãos estão visivelmente sujas. Além de ser muito utilizada em hospitais, é a forma mais prática de higienizar as mãos em casos do uso de transporte público, shoppings centers, compras em supermercados, manuseio de dinheiro, lidar com pessoas gripadas, entre outros”, comenta Dra. Fátima.

O produto, conhecido popularmente como álcool gel, elimina cerca de 97% dos vírus e bactérias em questão de segundos e cumpre as mesmas funções de higienização e antissepsia com água e sabão. “O gel deve ser aplicado em pequena quantidade, espalhando e friccionando uniformemente nas duas mãos – secas e limpas de resíduos – até a secagem total”, explica a médica.

Um detalhe importante a ser verificado é a porcentagem alcoólica do material. Para ser eficiente no combate aos microorganismos, deve-se utilizar o álcool 70%. E lembre-se: não é necessário higienizar as mãos com água e sabão, imediatamente, antes ou após o uso do gel, pois os dois métodos possuem o mesmo objetivo e eficácia.

Postado em Notícias por Comunicação Sepaco | Tags: ,